De acordo com dados divulgados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP), foram matriculados em Portugal 18.036 automóveis durante o mês de setembro, o que representa um aumento de 8,9% relativamente a igual mês de 2018.

Diz a ACAP que, para esta análise, é necessário ter em conta a entrada em vigor da fase intermédia do sistema de homologação WLTP, em setembro de 2018, que causou perturbações no mercado automóvel durante esse período.

Os primeiros 9 meses do ano

Ao longo deste período, venderam-se 206.550 automóveis, o que significa que houve uma queda – em período homólogo de 2018 – de 3,9%.

“O mercado acumulado mantém-se em queda pelo oitavo mês consecutivo”
– ACAP

Quanto às duas categorias de veículos ligeiros, o mercado comportou-se da seguinte forma:

  • Passageiros
    Em setembro foram matriculados 14.558 ligeiros de passageiros novos – mais 13,9% do que em setembro de 2018.
    Já entre janeiro e setembro, foram matriculados 174.024 automóveis, o que representa uma variação negativa de 4,7% relativamente a período homólogo de 2018.
  • Mercadorias
    Em setembro a queda é acentuada (menos 13,7%) face ao mesmo mês de 2018. No que respeita ao período acumulado, o mercado de ligeiros de mercadorias registou um decréscimo de 0,3% face aos primeiros nove meses de 2018, com 28.156 veículos vendidos.

Total de veículos ligeiros – ROM (Representantes Oficiais de Marca)

No que respeita às cinco marcas mais vendidas em Portugal, eis os seus comportamentos nos meses comparados de setembro de 2018 e 2019:

  • Renault: um crescimento de 71%, passando de 1.434 unidades vendidas em setembro de 2018 para 2.452 unidades vendidas em setembro de 2019
  • Peugeot: uma quebra de 5,6%, com menos 117 unidades vendidas em setembro de 2019
  • Mercedes-Benz: um crescimento de 3,2%, com 1.401 veículos vendidos, contra os 1.357 veículos vendidos no passado
  • Fiat: um crescimento de 43%, com mais 398 unidades vendidas em 2019 do que em 2018
  • Citroën: uma quebra de 1,5%, com 1.229 unidades vendidas em 2019 contra as 1.248 vendidas em 2018

Já em período acumulado de janeiro a setembro, eis a variação de vendas entre 2018 e 2019:

  • Renault: quebra de 8,1% nas vendas
  • Peugeot: aumento de 4,1% nas vendas
  • Mercedes-Benz: aumento de 2,1% nas vendas
  • Fiat: quebra de 1,3% nas vendas
  • Citroën: aumento de 3,4% nas vendas