Em Portugal, as empresas que optarem por carros elétricos vão ter um custo total de utilização (TCO) mais baixo relativamente a soluções diesel ou a gasolina.

Esta é a principal conclusão do LeasePlan Car Cost Index 2021, que mostra que os veículos elétricos (VE) têm valores de TCO mais baixos na maioria (17) dos 22 países europeus analisados.

Assim, concretamente em Portugal:

  • No segmento de utilitários (B1), um elétrico tem um TCO médio de 653 euros, comparado com os 687 euros e 705 euros gastos com carros a gasóleo e gasolina, respetivamente;
  • Nos pequenos familiares (C1), que já contam com versões híbridas plug-in (PHEV), fica também mais barato optar por uma solução 100% elétrica, já que o valor do TCO fica-se nos 759 euros contra os 993 euros nos carros a gasóleo e 1.014 euros nos veículos movidos a gasolina ou conjuntos PHEV;
  • No segmento familiar generalista (D1), um carro 100% elétrico tem um TCO de 712 euros – valor significativamente mais baixo do registado nas soluções diesel (1.217 euros), gasolina (1.407 euros) e PHEV (1.188 euros).

Exemplo disso é a comparação feita entre os Volkswagen ID.3 (100% elétrico) e Golf (térmico). Em 12 países europeus, incluindo Portugal, o ID.3 tem um TCO inferior relativamente ao Golf.

TCO: quanto ‘custa’ um carro elétrico?

A LeasePlan diz mesmo que, nos países onde os VE ainda não são competitivos em termos de custos, a diferença de preços entre os VE e os carros a gasóleo e gasolina (ICE) diminuiu significativamente.

É também opinião da gestora que, até 2030, os VE vão atingir a competitividade de custos em todos os países europeus.

O Car Cost Index 2021 conclui ainda que um carro 100% elétrico tem um custo inferior de combustível/energia e de impostos automóveis, o que ajuda a diminuir o TCO geral.

Bom indicador, mas ainda insuficiente, diz a LeasePlan

Tex Gunning, CEO da LeasePlan, diz que o facto dos carros elétricos ultrapassarem finalmente o ponto de viragem em termos de preços e de se tornarem competitivos em termos de custos por toda a Europa é "um alerta para os decisores políticos".

O responsável da gestora salienta, no entanto, que a ação governamental relativamente às infraestruturas continua a ser inadequada.

E Gunning vai mais longe: "até que os postos de carregamento sejam tão omnipresentes como as estações de serviço nas ruas (...), a Europa não tem qualquer esperança de alcançar as zero emissões".

A sexta edição do LeasePlan Car Cost Index é uma análise abrangente que revela o TCO de um carro em 22 países europeus – inclui combustível/energia, depreciação, impostos, seguro e manutenção; custos calculados em média durante os primeiros quatro anos de propriedade para 30 mil km anuais.

Os 22 países incluídos no Car Cost Index da LeasePlan são: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Hungria, Irlanda, Itália, Luxemburgo, Noruega, Países Baixos, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Roménia, Suécia e Suíça.