O Peugeot 2008 é o carro mais vendido em Portugal no acumulado dos primeiros 11 meses de 2021.

Com uma gama que inclui motores térmicos e ainda uma versão 100% elétrica, o Peugeot 2008 já contribuiu em cerca de 37,5% para a liderança da marca no segmento de ligeiros de passageiros.

Stellantis lidera mercado automóvel em Portugal. No pódio grupo Volkswagen e grupo Renault

Com mais de 5.800 unidades matriculadas desde janeiro, tem sido regularmente o modelo mais vendido no final de cada mês.

No total, é responsável por cerca de 8,8% dos modelos de passageiros novos registados este ano em Portugal.

O segundo carro com mais matrículas em novembro de 2021 foi o Dacia Sandero, com meio milhar de matrículas.

Na anterior e na atual geração, o Dacia Sandero tem sido também um dos carros mais comprado por condutores espanhóis.

Já em Portugal, a nova geração do modelo da marca romena tem conquistado cada vez mais clientes, fruto de uma relação preço/qualidade que melhorou bastante com o atual Sandero.

Outra razão está também no facto da Dacia ser uma das duas únicas marcas a propor um motor a GPL/gasolina, solução que tem interessado quem procura uma alternativa económica às soluções a gasóleo.

Renault Clio V: a gasolina, híbrido electrificado ou a GPL mas ainda com oferta a gasóleo

Em Portugal, o Dacia Sandero ocupa a 8.ª posição no acumulado das matrículas realizadas dos primeiros onze meses de 2021.

De acordo com a marca é o automóvel novo mais comprado por clientes particulares em Portugal e em diversos países europeus.

Segmento B e SUV compactos valem quase metade do mercado automóvel em Portugal

A evolução geracional dos novos modelos do segmento B e o aumento da oferta qualitativa de SUV mais pequenos tem contribuido para o crescimento da quota de mercado destas duas classes de veículos com custo de aquisição mais acessível.

Do segmento B fazem parte bestsellers como o Peugeot 208, Renault Clio, Citroën C3, Dacia Sandero ou Toyota Yaris, por exemplo.

Entre os SUV mais pequenos contam-se o Renault Captur, Peugeot 2008 ou Seat Arona, por exemplo.

Entre janeiro e final de novembro, a soma da matrículas destas duas classe de modelos totalizou sensivelmente 44% dos registos efetuados este ano.

A tabela com os dez modelos automóveis com mais matrículas em novembro é bem elucidativa da sua representatividade:

  1. Peugeot 2008;
  2. Dacia Sandero;
  3. Peugeot 208;
  4. Renault Clio;
  5. Peugeot 3008;
  6. Opel Corsa;
  7. Mercedes-Benz Classe A;
  8. Citroën C3;
  9. Hyundai Kauai;
  10. Citroën C4

A lista com os dez modelos com mais registos no acumulado das vendas realizadas até ao final de novembro confirma a constatação anterior.

De facto, apenas três gamas fazem parte do escalão imediatamente acima:

  1. Peugeot 2008;
  2. Renault Clio;
  3. Renault Captur;
  4. Peugeot 208;
  5. Mercedes-Benz Classe A;
  6. Citroën C3;
  7. BMW série 1;
  8. Dacia Sandero;
  9. Toyota Yaris;
  10. Peugeot 3008

Fonte: ACAP