Consumada a compra do negócio da ALD Automotive em Portugal por parte da Leasys, a locadora ganhou renovada vitalidade e posiciona-se, por via da integração dos respetivos volumes, como a segunda empresa gestora de frota no nosso país

No início de 2022 foi noticiada a intenção de aquisição das atividades globais da LeasePlan por parte da ALD Automotive, negócio que só viria a consumar-se no final desse ano, após a aprovação do regulador europeu. Contudo, o controlo da fusão e a conclusão de aquisição da LeasePlan ficaram condicionados à alienação de uma das partes do negócio em seis países europeus (além de Portugal, Finlândia, Irlanda, Luxemburgo, Noruega e República Checa), como forma de impedir uma posição dominante da qual pudessem resultar entraves a uma concorrência efetiva do sector em cada um destes mercados.

Criada em 2001, a marca Leasys surgiu de uma parceria entre o construtor automóvel FIAT e a recém-privatizada ENEL, empresa italiana produtora e comercializadora de energia elétrica. Em 2005, a FIAT assume a totalidade do capital da empresa que era então, em Itália, líder de mercado no aluguer de veículos de longa duração. Já com o Crédit Agricole no capital da empresa (FCA Bank), em 2021, a Leasys passaria a ser mais uma das marcas da Stellantis, grupo automóvel nascido, também nesse ano, em resultado da fusão entre a FCA (Fiat Chrysler Automobiles) e a PSA dirigida pelo português Carlos Tavares.

No ano anterior, no final de 2020, a Leasys entra em Portugal “como subsidiária da FCA Bank e líder em mobilidade 360º, com soluções inovadoras de mobilidade” que “permitem potenciar as oportunidades comerciais, fruto da renovada gama de produtos FCA”, lê-se no comunicado então divulgado. Internacionalizada em 2017, a Leasys geria na altura uma frota de cerca de 350 mil veículos de mais de 70 mil clientes em toda a Europa, segundo dados que constam nesse documento. Com mais de 1.200 estações de carregamento em todas as suas lojas era também, no final desse ano, detentora da maior rede de carregamento para carros elétricos de Itália.

Em março de 2023 a Leasys ganha uma nova estrutura ao fundir-se com a Free2move Lease, e daqui nasce uma renovada empresa de mobilidade, especializada em leasing operacional multimarca.

Nesse mesmo mês dava-se início ao processo de compra das atividades da ALD Automotive em Portugal e Luxemburgo, cuja notícia da sua conclusão aconteceu no início de agosto de 2023. Segundo esse comunicado, a transação aumentava “a frota da Leasys em cerca de 23 mil veículos”. Com este acréscimo, a Leasys Portugal passou a ter uma frota total gerida de 31 mil veículos e mais de 4.200 clientes, revelou a empresa em conferência de imprensa realizada em meados de novembro.

Leasys Portugal aposta na digitalização no apoio à gestão de frotas

“Estamos a lançar a solução elétrica mais completa do sector”

Nomeado diretor-geral da ALD Automotive Portugal em dezembro de 2022, Nuno Jacinto assume as mesmas funções na robustecida Leasys Mobility Portugal. Nuno Jacinto trabalha no sector da locação de veículos desde 1999, ano em que ingressou na filial portuguesa da Hertz Lease/Axus Internacional, adquirida em 2003 pela ALD Automotive, marca criada dois anos antes pela Société Générale. Com um vasto currículo nas áreas comerciais e de comunicação, Nuno Jacinto tem a seu lado na equipa da Leasys Fernando Sousa, como diretor comercial, e Ricardo Amaro, como diretor de marketing e comunicação.

O que podemos esperar da atividade da Leasys em Portugal e qual o valor acrescentado que pode trazer para as empresas com frota que procurem os vossos serviços?

A relevância dos nossos atuais acionistas – um banco altamente sólido, juntamente com um dos maiores construtores automóveis mundiais –, permite que as sinergias dos dois acionistas ofereçam à Leasys as melhores ferramentas para desenvolver o seu negócio de forma muito sólida e ambiciosa.

Com a consolidação das atividades da Leasys e da Free2move e, em Agosto deste ano, com a aquisição da ALD Automotive em Portugal, a empresa dá um enorme passo para o alcance dos seus ambiciosos objetivos. A conjugação do melhor das duas entidades que agora se unem em Portugal, traz mais-valias importantes, quer em termos de consolidação da nossa posição no mercado nacional, quer em termos de sistemas, pessoas, e principalmente know how.

Neste contexto, além naturalmente da carteira de clientes e da frota gerida, que importância tem a aquisição das atividades da ALD Automotive em Portugal para o crescimento da Leasys no mercado português?

Obviamente, temos muito orgulho em afirmar que a nossa posição foi amplamente reforçada com a aquisição da ALD Automotive em Portugal, permitindo-nos reforçar a segunda posição no mercado nacional. Hoje, contamos com mais de quatro mil clientes no nosso portfólio. Mas, como as ambições são sempre superáveis, estamos motivados para que, com a combinação das duas empresas, alcancemos a capacidade de trabalhar novas abordagens nomeadamente, qualidade de serviço, eficiência de processos e a abordagem comercial multimarca.

E tudo isto, mantendo sempre o acelerado crescimento que nos caracteriza.

A aquisição permitiu à Leasys tornar-se na segunda gestora de frota do mercado nacional. Embora assumam ser uma locadora multimarca, um dos acionistas gere 14 marcas automóveis. Que vantagens ou desvantagens isto pode trazer para a vossa atividade?

A maior vantagem é a complementaridade das diversas dinâmicas comerciais que nos permitem de forma dedicada alcançar toda a tipologia de clientes. Teremos equipas totalmente autónomas para a gestão dos diferentes targets, algo que já muito caracterizava a abrangência da ALD Automotive, assumidamente líder no segmento de parcerias.

Seguramente iremos trazer esse know how, nomeadamente em termos de parcerias para gerir o leque destas 14 marcas automóveis. A dinamização dos nossos serviços junto dos nossos clientes terá seguramente o aproveitamento de diversas sinergias, seja com as marcas do grupo Stellantis ou com outras sinergias mais relacionadas com a componente operacional na desmobilização dos nossos serviços.

A ALD Automotive era parceira do financiamento e gestão do renting de várias marcas. O negócio das white label é assumido pela Leasys?

Manteremos a nossa abordagem como até agora, tendo equipas dedicadas a clientes diretos Leasys, dedicadas a parcerias White Label ou não e ainda equipas dedicadas ao acompanhamento da rede Stellantis.

Sentem que existem condições ou está nos objetivos a Leasys tornar-se na gestora de frota número 1 em Portugal, quer em volume de negócio, quer na dimensão da frota contratada?

As ambições da Leasys em Portugal para os próximos anos começam pelo alcance de 25 mil veículos apenas em renting até 2026.

Adicionalmente, pretendemos ser o melhor operador do mercado em termos de oferta elétrica, onde estamos precisamente a lançar a solução mais completa do sector, que permitirá ao cliente profissional optar por comprar ou alugar uma wallbox para instalar na residência dos seus colaboradores, possibilitando, inclusive, a alocação de consumos à entidade patronal.

Finalmente, e não menos relevante, outra forte ambição prende-se com um objetivo de liderança: ser amplamente reconhecido como o primeiro operador em termos de satisfação do cliente.