A gama 308 recebeu duas novas versões desportivas:  GT e GT Line. Nas palavras do próprio distribuidor, estas gamas vêm ampliar o prazer da condução do familiar compacto da marca francesa.

A apresentação aconteceu em Portugal e a FLEET MAGAZINE pôde comprovar que assim é. Mas devido ao preço e às características puramente desportivas, a gama GT não terá qualquer repercussão nas vendas a frotas.

Mais interesse pode despertar o Peugeot 308 GT Line, que partilha algum equipamento com a versão “GT” e praticamente todos os pormenores desportivos.

As carroçarias “GT Line” de 5 portas e SW acompanham o aspeto exterior do “GT”, mas o motor 1.6 HDi de 120 cv permite preços de venda de 30.500 e 31650 euros, respetivamente.

peugeot 308A gasóleo, as versões 308 GT e 308 SW GT dispõem apenas do motor 2.0 BlueHDi de 180 cv, equipado com uma soberba transmissão automática de 6 velocidades. Preços de venda das duas carroçarias: 39.880 e 41.030 euros para a carrinha.

A gama “GT” pode também contar com o motor a gasolina 1.6 Turbo de 205 cv, com caixa manual de 6 velocidades, enquanto a gama “GT Line” recebe o 1.2 Puretech com 130 cv.

Exteriormente, 308 GT e GT Line distinguem-se pela grelha exclusiva (que passa a incorporar o leão ao centro, como acontece no novo Peugeot 508, enquanto nas restantes versões do 308 está colocado no capot), iluminação led (com “pisca-pisca” sequencial), jantes exclusivas de 17’’ ou 18’’ e, na parte traseira, dupla saída de escape.

Além da introdução de uma nova tonalidade azul magnética, evocativa do passado desportivo dos automóveis franceses, o Peugeot 308 GT rebaixa ligeiramente a altura ao solo: 7 mm à frente e 10 mm atrás. As melhorias mecânicas incluem suspensões e barra estabilizadora mais rijas, bem como discos de travão de maior diâmetro.

GT e GT Line vincam a sua personalidade desportiva também no interior: o preto conjuga-se com o vermelho e tonalidades de alumínio escovado, presente no punho das mudanças, parte do volante e nos pedais.

Linhas vermelhas debruam os revestimentos escuros de elevada qualidade, mas o encarnado acentua-se depois de premir um pequeno botão que liga o modo “sport”. Quando o “Driver Sport Pack” está ativo, além de alterações na cartografia da direção e na reatividade da caixa automática e do pedal do acelerador, o painel de instrumentos avermelha-se e passa a mostrar barras de visualização da potência e do binário, da pressão da sobrealimentação e das acelerações longitudinal e transversal.

Correspondendo a este maior empenho dinâmico, a sonoridade do motor é também amplificada.peugeot gt line

A Peugeot Portugal estima que a gama 308 “GT Line” possa representar 10% das vendas totais da gama 308, enquanto o “GT” poderá representar 5% do volume total.

A linha “GT Line” é extensível às gamas 508 e ao desportivo RCZ.