A SEAT lançou o centro de formação para a mobilidade elétrica Electromobility Learning Centre (eLC), em Martorell – localização da principal unidade fabril da marca, em Barcelona.

O novo edifício, com uma área de 400 metros quadrados, oferece um programa completo, desenvolvido pela SEAT, sobre veículos elétricos e tem como principal objetivo formar os funcionários da marca em todas as áreas relacionadas com a nova tecnologia elétrica, a mecânica e a segurança.

mobilidade elétrica SEAT

O foco das formações do eLC será o carro elétrico. Estão previstas sessões sobre tecnologia híbrida e elétrica e sensibilização da força de trabalho para a importância dos procedimentos de segurança nos veículos elétricos. Além disso, será também dada formação aos funcionários SEAT no sentido de aprenderem a conectar e desconectar sistemas elétricos, bem como realizar trabalhos com alta tensão ativa.

Mii electric: o citadino 100% elétrico para particulares e frotas, diz a SEAT

A criação do eLC, cuja construção se insere no plano de investimento de cinco mil milhões de euros anunciado recentemente pela empresa, está inserida num programa da SEAT que visa impulsionar o crescimento profissional dos seus mais de 15 mil funcionários na área da mobilidade elétrica e não só.

A SEAT ruma à eletrificação. A SEAT e a CUPRA irão lançar cinco novos modelos elétricos e híbridos plug-in em 2020 e 2021, aos quais se junta a versão elétrica do Mii, já à venda. Também o Leon terá motorizações híbridas plug-in. O Tarraco terá uma versão PHEV e o CUPRA Formentor, o primeiro modelo projetado e desenvolvido para a marca CUPRA, terá uma variante PHEV. Por último, o CUPRA el-Born assume-se como o segundo veículo 100% elétrico do grupo, seguindo as pisadas do SEAT Mii elétrico.