O Conselho de Administração da Stellantis já está constituído. Os grupos FCA e PSA anunciaram a composição do Conselho de Administração daquele que será, segundo os grupos, “o quarto maior construtor automóvel mundial em volume de produção”. Carlos Tavares, atual presidente do Conselho de Administração do Groupe PSA, tornar-se-á diretor-geral e diretor executivo da Stellantis uma vez concluído o processo de fusão.

Em linha com os termos do acordo de combinação, celebrado em dezembro passado, o Conselho de Administração será composto por onze membros, sendo que a maioria dos diretores não executivos são independentes e oriundos de diversas atividades profissionais.

Grupos FCA e PSA alteram acordo de fusão para reforçar a estrutura financeira da Stellantis

Segundo os grupos automóveis, esses mesmos administradores trazem consigo “novas perspetivas e experiências significativas e relevantes, em consonância com o espírito dinâmico e inovador que caracteriza a criação desta nova empresa”.

acordo fca psa

Os nomes propostos para compor o Conselho de Administração estão sujeitos a aprovação, por voto, por parte dos acionistas da Stellantis.

A FCA e o seu acionista Exor nomearam cinco membros (incluindo John Elkann como presidente) e o Groupe PSA, juntamente com a EPF/FFP e BPIfrance, nomearam cinco membros (incluindo o diretor-sénior independente e o vice-presidente).

Com a fusão a estar completa no final do primeiro trimestre de 2021, o Conselho de Administração da Stellantis será composto por:

  • John Elkann (Presidente)
  • Robert Peugeot (Vice-presidente)
  • Henri de Castries (Diretor Sénior Independente)
  • Andrea Agnelli (Diretor Não Executivo)
  • Fiona Clare Cicconi (Diretora Não Executiva)
  • Nicolas Dufourcq (Diretor Não Executivo)
  • Ann Frances Godbehere (Diretora Não Executiva)
  • Wan Ling Martello (Diretora Não Executiva)
  • Jacques de Saint-Exupéry (Diretor Não Executivo)
  • Kevin Scott (Diretor Não Executivo)
  • Carlos Tavares (CEO)