O Volvo S90 tem 4,96 metros de comprimento e vem substituir o S80. Estará disponivel no início do verão de 2016.

Vai ter motores diesel de 2,0 litros, com 190 e 235 cv (versões D4 e D5) e, a gasolina, com 320 cv (T6) e ainda um híbrido plug-in a gasolina com 407 cv (T8). Todos os motores têm quatro cilindros e caixa de velocidade de oito velocidades automática, exceto para o D4, que pode ser manual.

A variante mais económica é naturalmente a D4 com um consumo homologado de 4,1 l / 100 km.

O sistema híbrido plug-in assenta numa bateria de iões de lítio que oferece autonomia para cerca de 45 km. Tem uma capacidade de 9,2 kWh e recarrega em 3,5 horas numa tomada de 240 V/10 A.

Como é tradição nos modelos da marca sueca, é prestada grande atenção à oferta de equipamento de segurança ativa e passiva, bem como ajudas à condução, muitas das quais constituem uma novidade.

À imagem do novo XC90, o interior do S90 conta com dois ecrãs: para o painel de instrumentos e outro, orientado verticalmente, para a gestão de quase todas as funções do carro, imcluindo istema multimédia, ar condicionado, navegação e diversos outros menus.